"Em todas as casas em que entrar, fá-lo-ei apenas para benefício dos doentes, evitando todo o mal voluntário e a corrupção,"   

Hipócrates




É linda a foto acima,  uma turma de novos médicos realizando o juramento de Hipócrates, que foi ditado pelo famoso filósofo grego que é considerado o pai da Medicina. 

Será que ao longo de suas carreiras alguns deles se tornarão hipócritas? Certamente que sim,  são humanos como nós,  e portanto passíveis de se corromper pelas paixões humanas.

Olhando para cenário político atual Brasileiro.  Assistimos com perplexidade o país passar por uma verdadeira faxina moral. Acompanhamos diariamente nos noticiários políticos poderosos de todos os partidos e empresários corruptos sendo enviados à cadeia.  

Não seria a hora de começar essa faxina também nas clínicas que usam terapias com hormônios de forma irresponsável? De caçar o registro do CRM dos médicos que receitam tratamentos experimentais sem avisar os pacientes dos riscos e consequências? De fechar as organizações que faturam milhões a custa de arruinar com a saúde das pessoas e destruir famílias?


A diferença é que os políticos apenas arruínam o nosso bolso e a nossa paciência.   Já os "negociantes de medicina" acabam com a nossa saúde  Por isso não podemos aguardar a ação dos tribunais. 

Dinheiro e paciência agente perde e ganha. Já a nossa saúde... Essa raramente recuperamos.

Nós precisamos vestir nossa própria toga e ser o nosso próprio Juiz, a nossa própria Polícia Federal e o nosso próprio Ministério Público.  Pois a vítima é o nosso próprio corpo.

Os verdadeiros médicos são aqueles que honram o Juramento de Hipócrates,  que dão plantão nos hospitais e nos centros cirúrgicos, que atuam nas ambulâncias do SAMU,  que atendem pessoas pobres e ricas,  que dedicam sua vida a pesquisar vacinas e desenvolver tratamentos para salvar vidas, que sofrem quando um paciente morre,  que estão mais interessados na sua saúde do que no valor que vão cobrar pela consulta.   

Desconfie dos médicos ilustres e famosos com suas clinicas luxuosas.  Não se engane com a pompa de arrogância e soberba dessas pessoas infelizes que se acham no topo de tudo.  

Vamos nos lembrar do famoso caso do médico paulista Roger Abdelmassih  que usava uma luxuosa clinica de fertilização para estuprar pacientes indefesas.  

A mentira e a má-fé envolvem a mascaração de drogas perigosas como se fossem produtos naturais. Os tais "hormônios bioidenticos" que são anunciados  como produtos naturais e sem efeitos colaterais.  

Isso não é verdade! Não existe medicamento sem efeito colateral.  

Os únicos hormônios naturais são aqueles produzidos pelo seu próprio corpo. 

Outro exemplo lamentável são negociantes de medicina que tentam passar a falsa imagem de que seus tratamentos grotescos são reconhecidos e aprovados pela ANVISA.  A ANVISA não reconhece o termo "hormônio bioidêntico" como algo com valor médico ou científico (mesmo parecer do FDA americano).  

A cara de pau é tanta que durante nossas pesquisas descobrimos no website de um negociante de medicina, que por sinal é dono de clínicas de implantes hormonais e de um laboratório de manipulação de hormônios, uma postagem onde ele afirma que foi "Condecorado pela ANVISA".  

Nós achamos isso muito estranho e entramos em contato com a ANVISA. Prontamente a agência negou qualquer tipo de condecoração feita para esse senhor,  ou para qualquer outro prestador de serviços.

A ANVISA é um órgão federal de vigilância sanitária. Não faz parte de suas atribuições "condecorar" médicos, nem indústrias farmacêuticas, nem laboratórios, nem ninguém que ela fiscaliza.  Isso poderia ser caracterizado como conflito de Interesses, que é um crime previsto na lei. 

A corrupção moral e o 
cinismo acontece com certos médicos da mesma forma que acontece com certos políticos.  Um 
negociante de medicina inventar a lorota de que foi "condecorado"  por uma Agencia de Vigilância Sanitária, ou está acometido de um surto de insanidade ou está agindo com absoluta má fé, tentando confundir as pessoas, levando-as a acreditar na concordância do órgão de fiscalização federal com os tratamentos que suas clínicas comercializam. 

Hormônios são substâncias muito complexas e só devem ser utilizadas para tratar doenças com tratamentos receitados por profissionais realmente qualificados.  Se uma clínica ou médico lhe propuser usar hormônios para coisas absurdas como:
        • Ficar musculoso, viril e másculo
        • Deixar seu corpo "bombado" igual ao de uma celebridade
        • Interromper a menstruação e outros ciclos naturais do seu corpo
        • Parar de envelhecer   
Desconfie!  Entre em contato com o Conselho Regional de Medicina do seu estado para verificar se o registro desse profissional é válido, ouça a opinião de médicos endocrinologistas. Queira saber em detalhes que substâncias, por quanto tempo e em quais quantidades essas pessoas pretendem injetar no seu organismo. Consulte na ANVISA para ter certeza que esses medicamentos são seguros e aprovados. 

Se certifique se o tratamento é de fato seguro.
 


Seja o Juiz do seu próprio corpo, o Ministério Púbico da sua saúde, a Polícia Federal do seu bem estar.

É A SUA SAÚDE QUE ESTÁ EM JOGO.  NÃO BRINQUE COM ELA.